O MIRANTE | 03-01-2017 14:43

Notícia da investigadora do cancro foi a mais lida em 2016

Notícia da investigadora do cancro foi a mais lida em 2016

O sítio diário de O MIRANTE online teve cerca de seis milhões de visualizações durante o ano de 2016

A notícia mais lida do ano no diário online de O MIRANTE foi a da jovem investigadora distinguida com o prémio de Melhor Tese de Doutoramento atribuído pela International Society for the Advancement of Supercritical Fluids. Em entrevista a O MIRANTE, publicada na edição de 25 Maio 2016, Sofia Silva considerava que o futuro do tratamento do cancro não passa pela quimioterapia. A entrevista contou com um total de 60 mil visualizações.

A tese de doutoramento da jovem investigadora de Tomar consiste numa nova abordagem terapêutica para o cancro do pulmão, recorrendo a agentes terapêuticos que vão ser administrados no paciente através de inalação, matando apenas as células tumorais.

A segunda notícia mais lida do ano no site de O MIRANTE foi a da "Escuteira de 12 anos morre em visita a igrejas da Chamusca", que obteve 35.500 visualizações. Maria Leonor Arrenega faleceu no dia 16 de Abril quando participava numa acção do Agrupamento 490 do Corpo Nacional de Escutas, ao qual pertencia, que consistia numa visita às igrejas da vila. Maria subia a estrada de acesso à igreja do Bonfim quando de repente caiu para o lado e ficou prostrada no chão.

Com 33 mil visualizações destaque para as notícias: "Camião mata dezenas de ovelhas em Almeirim" e "Bombeiros não são tão desgraçados como parece". Com perto de 30 mil estiveram as notícias: "Jovem electrocutado morre no dia do seu aniversário" e "Morreu a deputada Odete Silva" (22.060 visualizações).

O sítio diário de O MIRANTE online teve cerca de seis milhões de visualizações durante o ano de 2016, mais meio milhão de visualizações que em 2015.

Mais Notícias

    A carregar...
    Dançarinas ribatejanas entre as melhores da Europa
    Foto do Dia
    As atletas do Coreo Dance Project, de Benavente, e da ODAC - Oficina de Artes de Coruche alcançaram o quarto lugar na grande final europeia de dança, realizada no Palácio de Congressos de Paris. As atletas têm entre os 7 e os 24 anos e para a responsável do grupo, Marta Salsinha, foi “uma experiência incrível” poder competir com os maiores e melhores bailarinos e coreógrafos da Europa. Uma prestação que deixa orgulhosos os atletas mas também as localidades de Benavente e Coruche. Na comitiva, além dos 25 bailarinos, seguiram também pais e amigos dos atletas. Entretanto, Marta Salsinha está entre os oito nomeados para a categoria de melhor coreógrafo de estilo livre e contemporâneo de 2017, nos Prémios Internacionais Duende que distinguem o que de melhor se faz na dança em Portugal, Espanha, Gibraltar e França.
    Foto do Dia | 24-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo