O MIRANTE | 11-06-2017 20:00

Três grupos de forcados na Corrida de Toiros de O MIRANTE no Campo Pequeno

Três grupos de forcados na Corrida de Toiros de O MIRANTE no Campo Pequeno

Os dois grupos da Chamusca e os Amadores do Ribatejo esperam grandes pegas dos toiros Veiga Teixeira.

Os três grupos de forcados que vão actuar na Grande Corrida de Toiros de O MIRANTE no Campo Pequeno, dia 29 de Junho, às 22h00, estão preparados para protagonizarem grandes pegas e fazerem desta noite na mais importante praça do país um momento memorável.

Os grupos amadores do Ribatejo e da Chamusca e o grupo do Aposento da Chamusca depositam grande expectativa no espectáculo, não só pela praça que é, pelo facto de incluir a alternativa do cavaleiro Parreirita Cigano mas também pela ganadaria escolhida, a Veiga Teixeira, de Coruche.

Os toiros desta ganadaria não são fáceis para as pegas e os forcados sabem-no bem mas os cabos do grupo dizem que isso vai aumentar o interesse do espectáculo. “São toiros duros mas estamos preparados para dar tudo em praça”, garante o cabo dos Amadores da Chamusca, Nuno Marecos, que considera que esta é uma ganadaria séria e que estão reunidas as condições, pelo menos é essa a expectativa, para pegas de grande espectacularidade.

O cabo dos Amadores do Ribatejo, Pedro Espinheira, também concorda que esta vai ser uma corrida “aliciante” não só pelos toiros como também pelo facto de se tourear no Campo Pequeno. “Desejamos sempre em todas as temporadas pisar a arena do Campo Pequeno”, realça. Pedro Coelho dos Reis, do Aposento da Chamusca, acrescenta que pegar numa corrida desta importância valorizada pela alternativa de um cavaleiro “é um momento de grande importância”.

Quanto à actual temporada, as expectativas dos três grupos são boas e dentro do que tem vindo a decorrer nas temporadas passadas. O grupo do Aposento da Chamusca já tem a temporada praticamente delineada, com duas corridas fora do país, uma em França e outra em Espanha. A primeira corrida foi na Ascensão, na Chamusca, e este ano o grupo prevê fazer 10 a 12 corridas, a exemplo do que tem vindo a fazer nas temporadas passadas. O outro grupo da vila, os amadores, também já tem programado actuações no estrangeiro, com duas corridas agendadas para França.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo