O MIRANTE TV | 18-02-2008

Besuntar caloiros com excrementos é tradição

Na segunda sessão do julgamento das praxes violentas na Escola Agrária de Santarém as testemunhas de defesa confirmaram que os caloiros não podem praxar os seus colegas em indicação dos veteranos. Ana Santos, a queixosa, foi esfregada com excrementos no corpo por outros alunos do primeiro ano.

As testemunhas que prestaram declarações esta segunda-feira, dia 18, consideraram estas práticas normais. Uma delas disse que no âmbito da tradição da escola besuntam-se os caloiros com bosta para os colocar à vontade e integrá-los na escola. Nesta sessão estiveram na sala de audiências a assistir ao julgamento três dezenas de alunos da Agrária, alguns fardados com o traje académico.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo