O MIRANTE TV | 06-12-2018

Casas municipais abandonadas em Samora Correia são dor de cabeça para moradores

Município de Benavente reconhece que as habitações, cheias de lixo, precisam ser intervencionadas.

Quem vive na Estrada da Carregueira, em Samora Correia, está descontente com a quantidade de lixo e a degradação que se verificam em duas habitações existentes naquela zona que são propriedade da Câmara de Benavente, reclamando que os espaços sejam limpos. Em causa está a higiene e salubridade pública, tudo porque o lixo atrai roedores e outros animais errantes. Em causa estão os números 50 e 54 daquela rua, onde existem outras habitações municipais vizinhas e crianças que são atraídas para brincar nas casas devolutas.

Os quintais das duas habitações estão repletos de lixo, que ali foi sendo despejado ao longo dos anos e nunca foi limpo. O mato está alto e por cortar há muito tempo, representando risco de incêndio no Verão. Várias janelas foram vandalizadas e o interior de uma das habitações está num estado deplorável. Quem vive na zona teme também pela sua segurança, porque as casas vazias têm servido de albergue para toxicodependentes e ocupações ilegais de sem-abrigo da zona.

Notícia completa na edição de O MIRANTE já nas bancas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo