Opinião | 14-01-2010 10:47

Usados e abusados

Acabei o ano de 2009 com a sensação de que perdi a relação afectiva com o meu país. Fui vítima, numa situação que julgo inédita, de escrever sobre um determinado assunto. A medida foi decretada por um tribunal mas é anti-constitucional. Ninguém, muito menos um jornalista, pode ser proibido de escrever sobre seja o que for. Mas os tribunais podem proibir. E a nós, jornalistas, só nos resta contestar.Não sei quem é que se pode orgulhar de viver num país em que os tribunais não funcionam ou funcionam mal. Como aliás não funcionavam nos tempos da ditadura. A nossa constituição, nascida com a revolução de Abril, é das mais modernas do mundo mas os homens que fazem a justiça à portuguesa não são muito melhores que os políticos que produzem e aprovam as leis.Há muitos anos que os Governos do nosso país são formados pelas terceiras escolhas da nossa elite dirigente. Os nossos governantes são bons rapazes mas não têm currículos como gestores e homens públicos. Os bons, na maioria dos casos, já há muitos anos que não aceitam fazer parte do circo em que se tornou a vida política portuguesa.O MIRANTE denunciou a meio do ano de 2009 a possível incompatibilidade de Rosa do Céu à frente da entidade que governa o Turismo. Até agora as instituições que deveriam tomar medidas calaram-se e nem respondem às solicitações dos jornalistas. Ainda não há muito tempo o ministro Jorge Lacão desatava aos gritos quando alguém o abordava sobre o assunto.Idália Moniz e Rui Barreiro, parceiros na derrota política do PS em Santarém, gente sem currículo académico e profissional, são parte importante da elite que governa o país e é responsável pelo estado da nossa justiça, da nossa política de segurança, de impostos, de saúde, etc, etc.Há uma técnica da Segurança Social em Salvaterra de Magos, que é presidente de uma comissão de protecção de menores, que já deu provas de que é incompetente para o lugar. Ninguém mexe uma palha. Esta gente que nos governa e conhece os problemas limita-se a assobiar para o lado. Não é de estranhar; a responsável pela Segurança Social do distrito de Santarém (Anabela Rato) é uma senhora professora da máquina socialista e deve ser tão boa gestora como eu sou piloto de aviões. O ataque ao lugar dela nos bastidores socialistas, depois de Sócrates ganhar as últimas legislativas, é um bom exemplo de como funcionam estas instituições e de como os interesses do pessoal da política estão à frente dos interesses do país.Acabei o ano de 2009 com a sensação de que perdi a relação afectiva com o meu país. No meio de tanta mediocridade apetece baixar os braços. Mas desistir seria como cometer esse crime de nos juntarmos a eles quando não os conseguimos vencer.Os meninos de Foros de Salvaterra voltaram ao Centro de Acolhimento de Praia do Ribatejo. Os meninos filhos dos secretários de Estado frequentam colégios para gente rica; e à noite regressam às luxuosas casas dos seus pais; e não sabem nem sonham que no seu país há meninos abusados psicologicamente por terem nascido no seio de famílias pobres.JAE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo