Política | 02-02-2005 17:11

DRARO abre concurso para lugares de chefia

Três meses depois do secretário de Estado de Estado da Agricultura e Alimentação, David Geraldes, ter afirmado publicamente que o Governo iria reduzir o número de chefias e a extinção de algumas direcções de serviços para agilizar a “máquina”, a Direcção Regional de Agricultura do Ribatejo e Oeste (DRARO) abriu concurso para recrutar cinco directores de serviço e 21 chefes de divisão. Isto a um mês das eleições.O concurso foi aberto a candidatos com vínculo à função pública e, caso o concorrente pertença já aos quadros da DRARO, fica automaticamente dispensado de algumas exigências, nomeadamente o certificado de habilitações literárias.De acordo com o anúncio, o processo de selecção “deverá recair no candidato que, em sede de apreciação das candidaturas, melhor corresponda ao perfil pretendido para prosseguir as atribuições e objectivos do serviço”. Ou seja, os que actualmente ocupam o cargo têm primazia sobre outros candidatos.A abertura do concurso (cujo prazo de candidaturas terminou a 25 de Janeiro) foi feita após os 21 chefes de divisão e os cinco directores de serviço terem terminado a sua comissão de serviço de três anos, em Junho do ano passado.Curioso é o facto de os responsáveis da DRARO terem optado por fazer o concurso no final do prazo legal (seis meses) e a um mês das eleições. Notícia alargada na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo