Política | 29-03-2005 09:34

Para libertar Santarém

Francisco Moita Flores apresentou oficialmente a sua candidatura à Câmara de Santarém na segunda-feira, ao fim da tarde, tecendo críticas à actual gestão socialista e ao estado a que chegou o concelho. O ex-inspector da Polícia Judiciária, candidato com o apoio do PSD, disse que Santarém vive asfixiada pela arrogância e o embuste político. O candidato, que deverá apresentar as listas completas em Junho ou Julho, reportando-se ao actual mandato acrescentou que falta uma visão estratégica para o concelho. E sublinhou que existe uma política do subsídio que é usada como arma de chantagem. Como objectivos desta candidatura que classificou de supra-partidária, Moita Flores disse que vai apostar na sustentabilidade do desenvolvimento do concelho, fixação da população e defender o património histórico. Moita Flores, demonstrando acreditar na vitória, salientou ainda que Santarém vai "libertar-se do estigma do subdesenvolvimento".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo