Política | 18-04-2006 10:12

Autarcas de Alcorochel demitem-se

A presidente da Assembleia de Freguesia de Alcorochel (Torres Novas), Esmeralda Moita, e o tesoureiro da mesma junta, Emílio Girão, eleitos pela CDU, demitiram-se dos respectivos cargos alegando não conseguir desenvolver um bom trabalho, graças às dificuldades colocadas pelo presidente da junta, Diamantino Fazenda Bernardo (PS), que acusam de não respeitar as normas legais de gestão da freguesia. Uma situação que leva os eleitos da CDU a pedir uma auditoria à Inspecção Geral de Finanças e ao Instituto de Gestão e Administração do Território.Num comunicado distribuído à população e enviado aos meios de comunicação social, assinado pelos eleitos da CDU na Assembleia de Freguesia pode ler-se que “no desempenho das suas funções, o tesoureiro verificou a falta de documentos, nomeadamente facturas, recibos, contractos, etc.”, e são denunciadas situações que podem configurar ilegalidades: “Existem sete pessoas que têm relações laborais com a junta em condições ilegais ou pelo menos pouco claras e não documentadas de forma correcta como qualquer instituição tem obrigação de fazer”.Contactado por O MIRANTE, o presidente da junta de freguesia de Alcorochel, Diamantino Fazenda preferiu não se manifestar quanto às acusações que lhe são feitas, dizendo apenas que está de “consciência tranquila”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo