Política | 30-04-2006 10:27

Assembleia de Alpiarça aprova moção contra declarações de governante

A Assembleia Municipal de Alpiarça aprovou uma moção que se manifesta contra declarações do secretário de Estado da Agricultura que, em visita à Feira do Vinho e da Agricultura Biologia de Alpiarça, se referiu à viticultura como um “negócio rentável”.A moção apresentada pelo PSD contra as declarações do governante teve, segundo João Brito, a intenção de desmentir o secretário de Estado em relação à situação da agricultura. “Há centenas de agricultores em Alpiarça a passar dificuldades por investimentos que realizaram e em que não foram ressarcidos, caso do pagamento das medidas agro-ambientais e da electricidade verde”, realçou o eleito social-democrata durante a assembleia municipal de quinta-feira.A CDU concordou com a moção e Celestino Brasileiro recordou que além das taxas de segurança social mais elevadas, os agricultores estão a sofrer ao serem vedadas as suas candidaturas a apoios na produção de tomate no concelho. Paulo Espírito Santo (PS) preferiu analisar politicamente a moção e constatou que a CDU alinha ao lado da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) nas críticas ao Ministro de Agricultura, quando a Confederação Nacional de Agricultura (CNA) já reafirmou que se trata de uma “luta de ricos”.O eleito socialista manifestou ainda que a assembleia não se deveria pronunciar contra o governante que foi convidado para um evento de Alpiarça. Ainda assim a moção foi aprovada com os votos dos eleitos da CDU e do PSD, uma abstenção e sete votos do PS.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo