Política | 24-02-2008 16:18

O MIRANTE TV mostra presidente de Coruche a acusar eleito de entrar na câmara a horas impróprias

VEJA O VÍDEO: http://www.omirante.pt/omirantetv/index.asp

O presidente da Câmara de Coruche, o socialista Dionísio Mendes, revelou sexta-feira, que o primeiro secretário da assembleia municipal anda dentro dos Paços do Concelho em horas impróprias. A acusação gerou uma acesa troca de palavras, com Fernando Serafim (CDU) a revelar que apenas ali passa para, como autarca, recolher documentos, antes de se deslocar para Santarém, onde trabalha.O assunto foi espoletado por Dionísio Mendes quando já se discutia de forma acesa a constituição da comissão de inquérito ao processo do Observatório do Sobreiro e da Cortiça. A maioria socialista na câmara e os vogais do PS na assembleia consideram nula a criação da comissão e querem a revogação do acto de constituição de 23 de Novembro de 2007. Caso contrário ameaça interpor uma acção judicial. Os vogais da CDU e PSD contestaram fortemente essa posição. A CDU apresentou mesmo o parecer de um advogado que rebate esses argumentos e defende a legalidade da comissão. Por seu turno o PSD acusa Dionísio Mendes de querer o poder absoluto ao não deixar trabalhos os elementos que compõem a comissão nem permitir que reúnam nos paços do concelho.Mais informações sobre esta notícia na próxima edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo