Política | 20-07-2008 17:35

Normas dos Prémios Foral não vão ser discutidos em assembleia

A Câmara de Coruche não vai abrir a discussão das normas dos Prémios Foral à assembleia municipal. O líder do executivo coruchense, Dionísio Mendes (PS) esclareceu na última reunião que as normas dos prémios já foram definidas e que por não se tratar de um regulamento municipal, o documento não necessita de discussão e aprovação em assembleia municipal.Recorde-se que a CDU já tinha expressado a sua preocupação com a possível partidarização da escolha dos premiados pela comissão que virá a ter essa incumbência. Será composta pelo presidente da câmara, pelos representantes dos órgãos de comunicação social sedeados no concelho e por representantes dos estabelecimentos de ensino.Ricardo Raposo (CDU) sugeriu mesmo que um membro de cada bancada da assembleia esteja representado na comissão, o que não foi aceite pela maioria socialista. Situação que os socialistas consideraram sim uma forma de partidarização da comissão. Os Prémios Foral foram criados para distinguir personalidades e/ou entidades que tenham prestado relevantes serviços ao concelho ou alcançado feito assinaláveis. Apesar de já ter passado a data que celebra a atribuição do Foral de Coruche, a 26 de Maio de 1182, por D. Afonso Henriques, a autarquia pretende assinalar o acto em Setembro, após o início das aulas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo