Política | 29-05-2009 15:31

Albano Santos lidera lista independente à Câmara de Abrantes

O arquitecto socialista Albano Santos vai liderar, nas próximas eleições autárquicas, uma candidatura independente à Câmara de Abrantes, autarquia presidida pelo também militante do PS Nelson de Carvalho.Sob o lema "Juntos, Faremos Melhor", Albano Santos, de 41 anos, ex-vice-presidente da Câmara de Abrantes eleito em 2005 pelo PS e que abandonou o executivo em divergências com o presidente do município, disse à agência Lusa que a sua motivação nesta candidatura independente “é a mesma que tinha em 2005 na candidatura do PS”.“Os partidos não são um fim, um objectivo em si mesmo. Os partidos são apenas um meio previligiado de representação da comunidade e do exercício da cidadania”, afirmou.O candidato independente assegurou que não se irá desvincular do PS, partido do qual é “militante desde os 18 anos”, afirmando ser “socialista e assim pretender continuar a ser”.“Esta candidatura pretende pôr em prática uma visão e uma estratégia que defenda o concelho e os seus habitantes. Quando os partidos não são capazes a nível local de responder a essa responsabilidade, têm de ser os cidadãos a enfrentar esse desafio, nomeadamente através de candidaturas independentes”, disse Albano Santos.O candidato foi também membro da Assembleia Municipal de Abrantes entre 1994 e 1996 e vereador na Câmara Municipal entre Dezembro de 1991 e Janeiro de 1994, tendo sido membro de várias Comissões Políticas do PS de Abrantes.Segundo afirmou à Lusa, a candidatura Independente “vai implicar uma rotura”.“O nosso slogan - 'Juntos, Faremos Melhor' - carrega uma mensagem de esperança. Esperamos uma forte adesão, nomeadamente na recolha das assinaturas necessárias que começa já na proxima semana. Este apoio é fundamental, pois sem ele não há candidatura independente”, vincou o candidato.Para além da candidatura de uma lista de Independentes, também o PS e PSD já apresentaram os seus candidatos, Maria do Céu Albuquerque, bioquímica, e o advogado Santana Maia Leonardo, respectivamente.PS, com cinco vereadores, e PSD, com dois, dividem o número de eleitos no executivo municipal.A CDU apresenta como candidato Armando Borges, oficial do Exército aposentado, o CDS-PP escolheu João Pico, empresário, e o BE tem como cabeça de lista Manuel António Lopes, operador de produção térmica.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo