Política | 14-12-2010 17:41

Vereadores do PSD abandonam reunião de câmara por causa de Paulo Fonseca

Na reunião do executivo da Câmara de Ourém de terça-feira, 14 de Dezembro, os ânimos exaltaram-se e os vereadores do PSD acabaram por abandonar a sessão em protesto pela atitude do presidente da câmara, Paulo Fonseca, que chamou mentiroso ao vereador do PSD, Luís Albuquerque. O caso aconteceu durante a discussão da auditoria às contas do município, com Paulo Fonseca a exaltar-se quando Luís Albuquerque questionava alguns valores. O presidente da câmara, eleito nas últimas autárquicas, chegou a elevar o tom de voz e insistiu que a dívida da autarquia é superior a 60 milhões de euros. “Vou fazer uma declaração pessoal a chamar-te mentiroso com todas as letras”, disse Paulo Fonseca dirigindo-se ao vereador social-democrata. Luís Albuquerque levantou-se e abandonou a sala em protesto pela atitude, seguido dos restantes elementos da oposição social-democrata. “Não é com esse tom que se está numa mesa da câmara municipal”, comentou o vereador Vítor Frazão (PSD).

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo