Política | 25-12-2010 02:08

João Moura dá o dito por não dito e assume que quer ser candidato a deputado

O líder da bancada do PSD na Assembleia Municipal de Ourém só esta semana admitiu que se posicionou para ser candidato a deputado numa reunião da concelhia. João Moura primeiro desmentiu publicamente a notícia de O MIRANTE de 9 de Dezembro que dava conta desse facto. Num comunicado a comissão política local manifestou igualmente o seu repúdio pela nossa notícia. Só agora, confrontado pelo nosso jornal, com as declarações do presidente da concelhia, João Moura admite que contava que a sua posição política se mantivesse em segredo. A posição de João Moura é conhecida após a comissão política do PSD de Ourém, da qual faz parte, ter emitido um comunicado a dizer que ainda não se pronunciou sobre nomes de candidatos autárquicos nem sobre candidatos a deputados. E realçando que “não se entende a intenção da notícia” de O MIRANTE de 9 de Dezembro. Fica assim claro que João Moura quis assumir uma posição de força na concelhia e que tanto ele como a comissão política tentaram esconder esse facto. Natálio Reis afirmou a O MIRANTE que o eleito na assembleia municipal tinha dito numa reunião com os elementos da concelhia que queria estar nas listas de candidatos a deputado e que a leitura que os militantes sociais-democratas fizeram dessa declaração foi de que “não estaria disponível para ser candidato nas eleições autárquicas”. Confrontado com estas afirmações, João Moura começou por dizer que “neste momento não é o tempo para se falar disso”. Para depois ser mais explícito ao reconhecer que não queria que se soubesse. Esta situação era “para manter em segredo”, confirma.NOTÍCIA DESENVOLVIDA NA PRÓXIMA EDIÇÃO SEMANAL EM PAPEL

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo