Política | 07-12-2011 12:54

Câmara de Coruche aprova orçamento de contenção mas também de concretização

O Orçamento da Câmara de Coruche de 2012 e as Grandes Opções do Plano foram aprovados em reunião do executivo de 6 de Dezembro, com os votos favoráveis da maioria PS e os votos contra da CDU. Com menos cinco por cento de transferências do orçamento de Estado em 2012 e uma previsível baixa das receitas provenientes de impostos, taxas, licenciamentos e outros itens na ordem dos 435 mil euros, o Município de Coruche aposta ainda assim em mais investimentos com apoio de fundos comunitários do QREN. Segundo o presidente do município, Dionísio Mendes (PS), podem surgir novas candidaturas, como os projectos de construção de centros escolares na Branca e em Santana do Mato, a par da concretização de obras em andamento como o quartel dos bombeiros, a requalificação do mercado municipal e do açude sobre o rio Sorraia, a que se junta o pagamento de obras concluídas em 2011. "A despesa corrente baixou 3,24 em 2011 e em 2012 deverá baixar uma média de 7,53 por cento. Vamos ainda diminuir os gastos com actividades recreativas, festas e similares e reduzir as horas extraordinárias para 100 mil euros, quando em 2001, último ano da CDU aliderar a câmara, eram de 250 mil euros. Vamos conseguir cumprir o serviço da dívida à banca de médio e longo prazo confortavelmente e obtivemos uma redução desse encargo de 600 mil euros de 2010 para 2011 para os 5,1 milhões de euros", explanou Dionísio Mendes.Para os vereadores da CDU o cenário não se apresenta tão favorável. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo