Política | 08-12-2011 00:24

Rosinha diz que técnicos da Troika que visitaram a câmara não sabem como funcionam os municípios

A presidente da Câmara de Vila Franca de Xira não ficou satisfeita com a visita de técnicos da Troika ao município. Maria da Luz Rosinha (PS) chega a dizer que os elementos da equipa que está a acompanhar a ajuda externa ao país e as medidas de austeridade, desconhecem o trabalho dos municípios, a forma como o desenvolvem e quais as condicionantes inerentes ao seu dia-a-dia. Na última semana dois técnicos estiveram na autarquia para analisarem as contas, o endividamento, os prazos de pagamento a fornecedores, a execução da receita e da despesa e o recurso ao crédito bancário. "Ficaram-me algumas preocupações relativamente ao desconhecimento da entidade sobre aquilo que é o nosso trabalho", reforçou Maria da Luz Rosinha na última reunião pública do executivo. Já antes, quando se anunciou a intenção da Troika em visitar os municípios, a autarca havia dito a O MIRANTE, que os técnicos estavam mais preocupados em obrigar as câmaras a só realizarem despesas quando tiverem dinheiro para elas do que em aprender como funcionam os municípios. "Isso seria uma gestão doméstica e sem recurso a cartão de crédito", frisou Maria da Luz Rosinha. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo