Política | 18-12-2011 22:04

“Não” ao estacionamento concessionado a privados vence referendo no Cartaxo

“Não” ao estacionamento concessionado a privados vence referendo no Cartaxo
Apenas 2.629 (12,59 por cento) dos 20.886 eleitores do concelho do Cartaxo foram este domingo às urnas votar o referendo local sobre a concessão do estacionamento coberto e à superfície na cidade, mas a vitória do “não” foi esmagadora com 94,48 por cento (2.484 votos) face a 4,64 por cento (122 votos) que escolheram “sim”.A votação decorreu entre as sete da manhã e as sete da tarde com uma secção de votos instalada em cada uma das sete freguesias rurais e duas secções de votos no Cartaxo, nos pavilhões do Inatel e do Ateneu Artístico Cartaxense.No Cartaxo votaram 1516 eleitores, com vitória clara do “não”, 1453 face a 53 “sim”. A mesma tendência verificou-se nas restantes freguesias. Pontével (248-15), Vila Chã de Ourique (225-15), Vale da Pedra (144-6), Ereira (112-6), Lapa (104-18), Valada (100-3) e Vale da Pinta (98-6).Resta saber se a Comissão Nacional de Eleições vai homologar o resultado do referendo e como vão ser interpretados os resultados localmente. O presidente da Câmara do Cartaxo, Paulo Varanda, já fez saber que irá respeitar a lei do referendo, dando a entender que o referendo só seria vinculativo se o número de votantes fosse superior a metade dos eleitores inscritos no recenseamento.PSD, CDU e BE consideram que a câmara tem de respeitar a vontade dos eleitores, independentemente do número de votantes, enquanto a Concelhia do PS também tomou posição antecipada, através do plenário de militantes que reuniu quinta-feira, fazendo saber que os eleitos do PS na assembleia municipal e no executivo devem seguir o resultado do referendo, sob pena de não merecerem a confiança política do partido que representam.Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo