Política | 22-12-2011 10:46

Corvêlo de Sousa suspende mandato por 60 dias

O presidente da Câmara de Tomar, Corvêlo de Sousa (PSD), que tem estado de baixa médica, pediu a suspensão do mandato por um período de 60 dias. Situação que vai permitir a entrada de um elemento da lista do PSD para o executivo camarário, que é José Perfeito. O vice-presidente, Carlos Carrão, que tem assegurado a presidência do município vai continuar com essas funções. O pedido de Corvêlo de Sousa foi apresentado na reunião do executivo desta quinta-feira de manhã e foi aprovado por unanimidade na reunião de câmara desta manhã. Antes da deliberação, o vereador socialista Luis Ferreira argumentou que o pedido de suspensão de mandato não era passível de uma decisão do executivo camarário, solicitando a presença da chefe de Divisão dos Serviços Jurídicos da autarquia para que a questão fosse esclarecida. Chamada ao salão nobre, Dília Gomes, munida da legislação, confirmou que o pedido de suspensão, por se tratar de uma pretensão, carecia mesmo de uma deliberação do executivo.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo