Política | 28-12-2011 15:39

Assembleia Municipal de Tomar chumba revisão ao orçamento pela segunda vez

Pela segunda vez apresentado e discutido em assembleia municipal, a revisão ao orçamento da Câmara de 2011, onde foi incluído o pagamento da dívida de 6,5 milhões de euros à ParqT, voltou a ser chumbada na terça-feira, 27 de Dezembro, com votos contra do PS, Independentes, PCP e BE. As únicas alterações em relação à primeira votação, realizada a 25 de Novembro, onde toda a oposição votou contra, vieram da bancada do CDS-PP pela voz de Herculano Gonçalves que votou favoravelmente e do deputado não-inscrito, António Cruz, que optou pela abstenção. O presidente da Câmara de Tomar, Carlos Carrão, criticou a atitude da oposição e, após o novo chumbo, avisou que esta apenas teve em conta interesses partidários e não os interesse do concelho, uma vez que não foi devidamente fundamentada pelos partidos que votaram contra. O autarca avisou, de dedo em riste, que vai agora contactar a Inspecção Geral da Administração Local para tentar reflectir esta dívida de 6,5 milhões de euros nas contas da autarquia

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo