Política | 05-03-2012 08:20

Assembleia municipal de Coruche une-se contra possível encerramento da Tegael

Os partidos representados na Assembleia Municipal de Coruche uniram-se na apresentação de uma moção, aprovada na última Assembleia Municipal de Coruche, contra o anunciado encerramento da actividade da empresa Tegael, que emprega 380 pessoas. PS e CDU uniram moções permitindo que o documento fosse aprovado por unanimidade.A moção reafirma a posição já tomada pela Câmara de Coruche a 19 de Janeiro de repudiar o possível o encerramento da empresa ou a sua deslocalização, e também sugere que a empresa encontre outras soluções de reestruturação que não passem por pôr em riscos os empregos e a economia do concelho, causando uma calamidade social. Os deputados municipais solidarizam-se com os trabalhadores e suas famílias e promete tudo fazer para que possam manter os seus postos de trabalho. A mesada assembleia compromete-se ainda a desenvolver contactos com o Ministério da Economia para que este acompanhe a situação da Tegael.A moção foi encaminhada para os diferentes órgãos de Soberania e de Estado, para a administração da Tegael, Telcabo e Fyron Group, mas também para a Nersant, AECOPS e meios de comunicação social.Recorde-se que a Tegael fixou-se em Coruche em 1983. Em Dezembro último avançou com o despedimento colectivo de 90 trabalhadores. Pouco tempo depois anunciou o encerramento da actividade ao longo de 2012.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo