Política | 10-05-2012 13:08

Deputada acusa presidente da Câmara de Tomar de hipocrisia

A deputada da assembleia municipal de Tomar, Laura Rocha, eleita pela bancada dos Independentes por Tomar (IpT) acusou o actual presidente da Câmara de Tomar, Carlos Carrão (PSD) de ser hipócrita na defesa dos interesses da população, em particular no caso da retirada de valências do Hospital de Tomar. Numa declaração lida na reunião de 27 de Abril, Laura Rocha considera que “é absolutamente vergonhosa a facilidade com que os decisores políticos nacionais despejam Tomar das suas infra-estruturas e serviços”, acrescentando que Carlos Carrão não está a honrar os compromissos de defesa dos interesses dos tomarenses.“Este despudor não pode decorrer senão da subjugação política, do PSD local ao PSD nacional, da falta de firmeza e da falta de rumo na condução de um projecto de desenvolvimento para o concelho”, disse na assembleia. A deputada independente realça que, no caso do hospital de Tomar, o processo de reorganização foi “cozinhado no escuro” pelo executivo, tendo sido sonegada informação à população, aos vereadores independentes e à assembleia municipal. “Como pode alguém, a propósito da mesma questão, concordar e compreender a decisão perante uns e discordar e ser contra na presença de outros. Só por puro exercício de hipocrisia, como é evidente”, criticou. Quanto tomou uso da palavra na assembleia, Carlos Carrão, optou por não responder às criticas da deputada.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo