Política | 23-05-2012 13:42

Câmara de Vila Franca mete providência cautelar para travar retenção de IMI

A Câmara de Vila Franca de Xira anunciou esta segunda-feira que avançou com uma providência cautelar para impedir a retenção de cinco por cento do Imposto Municipal de Imóveis (IMI) pelo Governo.Em resposta enviada à Agência Lusa, a câmara adianta que "já entregou a providência cautelar no sentido de ser suspensa a retenção dos 5 por cento das receitas do IMI por parte do Governo", à semelhança do que aconteceu com vários municípios do país, como Benavente, Entroncamento, Vizela, Beja, Faro ou Portimão."Se esta decisão de retenção de 5% vier a avançar, a acrescer aos 2,5% que as autarquias já pagam pela cobrança do imposto, o que se verifica é um total de 7,5% de cobrança por parte do Governo, deixando as autarquias numa clara situação de desvantagem", justifica o município socialista ribatejano liderado por Maria da Luz Rosinha.* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo