Política | 09-10-2013 15:42

Jorge Faria assume liderança da Câmara do Entroncamento reiterando promessas de mais qualidade de vida para os cidadãos

O novo presidente da Câmara do Entroncamento, Jorge Faria (PS) voltou a prometer, na tomada de posse do cargo para o qual foi eleito a 29 de Setembro, uma cidade com mais qualidade de vida às pessoas do concelho. O autarca pretende ainda contribuir, com a sua conduta, para que as pessoas voltem a acreditar na classe política, evocando palavras do mandatário da sua candidatura, o professor Arnaldo Marques. "Queremos uma cidade competitiva, que privilegie áreas de trabalho, habitação e lazer. E uma câmara mais próxima e atenta das empresas e associações", disse. A cerimónia, marcada pela formalidade, decorreu na manhã de quarta-feira, 9 de Outubro, no Salão Nobre da Câmara Municipal que se revelou pequeno demais para todos os que quiseram assistir ao acto. O novo executivo municipal do Entroncamento é composto por Jorge Faria (PS), presidente, Ilda Joaquim (PS), arlos Amaro (PS), Tília Nunes (PS), Isilda Aguincha (PSD), David Ribeiro (CDU) e Carlos Matias (Bloco de Esquerda). Após a tomada de posse de todos os eleitos, João António de Matos Lérias (PS) foi eleito presidente da assembleia municipal, secundado por Célia Godinho (PS) como primeira secretária e Lúcia Dias Abelha como segunda secretária. Esta lista, a única a sufrágio, arrecadou 11 votos a favor e onze votos em branco. Num discurso de improviso, João Lérias disse que, apesar de ser conhecido como uma pessoa que gosta de combate político, está consciente do seu novo papel entendendo que deve ser num mediador. "Para mim era mais fácil estar do outro lado da bancada, onde podia ser mais acutilante. Tenho a noção que vou ter que ter um papel conciliador e, se algum dia isso não acontecer, peço que me chamem a atenção por isso", pediu aos eleitos. João Lérias anunciou ainda que vai abdicar de receber senhas de presença pela sua participação nas reuniões de assembleia municipal e comunidade intermunicipal. "Se fizermos um esforço de unirmos algumas vontades pudemos fazer muito pelos destinos desta cidade", disse. A presidente cessante da assembleia municipal, Isilda Aguincha (PSD) explicou a ausência de Jaime Ramos, presidente de câmara cessante e candidato à assembleia municipal pelo PSD, devido ao facto deste ter renunciado ao seu mandato, sublinhando que o seu último acto como presidente da assembleia municipal do Entroncamento é apenas mais um acto mais da sua vida autárquica.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo