Política | 19-10-2013 18:17

Ex-presidente da câmara de Tomar pediu a suspensão do seu mandato como vereador

O ex-presidente da câmara de Tomar e candidato derrotado nas últimas eleições, Carlos Carrão (PSD) pediu a suspensão do mandato de vereador para que tinha sido eleito, pelo período de seis meses. A informação foi confirmada a O MIRANTE pelo presidente da concelhia social-democrata e vereador municipal, João Tenreiro. Carlos Carrão será substituído pelo terceiro elemento da lista do PSD, a professora Luísa Oliveira. Interrogado sobre os motivos que levaram Carlos Carrão a suspender o mandato, o presidente da concelhia lembrou que o ex-presidente tinha manifestado vontade de se afastar temporariamente para reflectir sobre a sua futura actividade política.João Tenreiro desmentiu os rumores que correm relativos à possibilidade de também ele vir a pedir a suspensão do mandato de vereador. "Essa situação nunca foi colocada", afirmou.A tomada de posse dos novos eleitos da Assembleia Municipal e Câmara ocorreu quinta-feira, dia 17, mas a suspensão de mandato de Carlos Carrão só agora foi tornada pública. O MIRANTE tentou contactar Carlos Carrão mas não conseguiu.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo