Política | 29-12-2013 02:45

Junta de Freguesia de Vila Chã de Ourique ainda sem executivo formado

Maria da Conceição Nogueira não abdica de ter maioria no executivo
A Junta de Freguesia de Vila Chã de Ourique, no concelho do Cartaxo, vai entrar em 2014 sem ter ainda executivo formado, situação que será única no distrito de Santarém após se ter resolvido em Dezembro o caso de Alcanhões (Santarém). Três meses passados sobre as eleições autárquicas, as várias forças políticas com assento na assembleia de freguesia ainda não se conseguiram entender e o braço de ferro parece estar para durar. A presidente da junta eleita, Maria da Conceição Nogueira (PS), quer ter maioria absoluta no executivo (composto por si e por mais dois elementos) e considera que já cedeu a sua parte ao aceitar como primeiro secretário um elemento da oposição - Carlos Albuquerque, cabeça de lista do Movimento Pelo Cartaxo - que foi eleito numa das cinco sessões da assembleia em que se tentou desbloquear a situação. Já o cabeça de lista do PSD não autorizou que o seu nome fosse posto à votação e o nome do eleito da CDU foi chumbado.O problema, segundo Maria da Conceição Nogueira, é que a oposição, que tem maioria absoluta na assembleia de freguesia (órgão onde são eleitos o secretário e o tesoureiro da junta), quer que o executivo seja tripartido, com um elemento de cada força política. A presidente da junta revelou a O MIRANTE que vai em breve convocar nova assembleia e garante que vai propor novamente os nomes da lista do PS à votação para o lugar que falta. Ao todo já se realizaram cinco sessões para compor o executivo sem que houvesse fumo branco.NOTÍCIA DESENVOLVIDA NA EDIÇÃO SEMANAL EM PAPEL

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo