Política | 30-12-2013 12:49

Paulo Fonseca diz que parquímetros em Fátima cumprem “função social”

O presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca (PS), disse na última sessão da assembleia municipal que os parquímetros instalados em Fátima cumprem uma “função social” uma vez que ajudam a promover a rotação do estacionamento. O autarca respondia a uma interpelação de Ana Vieira, da bancada do PSD, que o questionou sobre o facto dos residentes de Fátima poderem vir a ser contemplados com um cartão que os isentasse de pagar o parquímetro.O autarca socialista é da opinião que os comerciantes não querem os lugares de estacionamento da sua rua ocupados com automóveis de residentes, acrescentando que está disponível para ouvir os mesmos nesse sentido. Disse ainda que não defende os parquímetros em Fátima pelas receitas que estes geram para o município, na ordem dos 70 mil euros/ano, mas sim porque com a rotatividade de tráfego provocada pelos mesmos há mais clientes para o comércio local.“Estamos a fazer uma experiência em parceria com a Portugal Telecom que permite o pagamento através do telemóvel evitando que, por exemplo, uma pessoa tenha que deixar uma reunião a meio para ir colocar mais moedas”, anunciou.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo