Política | 26-02-2016 10:24

Câmara de Santarém reclama pagamento de 16 mil euros a concessionário de cafetaria

Em causa estão rendas em atraso e penalizações por incumprimento do contrato por parte do empresário que explorou a cafetaria do jardim do Vale de Santarém.

O executivo da Câmara de Santarém decidiu exigir ao antigo concessionário da cafetaria do jardim do Vale de Santarém o pagamento das rendas em atraso, no valor de 7.323 euros, e aplicar-lhe penalizações decorrentes do incumprimento do contrato, no montante global de 8.661 euros. No total a autarquia reclama pouco mais de 16 mil euros à empresa que explorou esse equipamento municipal, que fechou em 2012 e se encontra bastante degradado e vandalizado.

Após a deliberação do executivo camarário, o antigo concessionário da cafetaria foi notificado para, no prazo de 10 dias úteis, pronunciar-se sobre o teor da decisão. Mas é provável que essa notificação nunca lhe chegue, tal como não chegaram as anteriores. Pelo que a cobrança das rendas e penalizações não deverá ser um processo fácil.

Com o moderno edifício encerrado e ao abandono, a Câmara de Santarém pondera agora entregar a sua gestão à Junta de Freguesia de Vale de Santarém, conforme afirmou o vereador Luís Farinha em reunião do executivo, dizendo que essa é uma possibilidade que está na mesa.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo