uma parceria com o Jornal Expresso
23/04/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Política | 22-04-2017 01:20
Contas da Câmara de Abrantes com reparos da oposição
PSD criticou gestão da maioria socialista e voltou a falar em discriminação de algumas freguesias.

A bancada do Partido Social Democrata (PSD) na Assembleia Municipal de Abrantes votou contra o relatório de prestação de contas de 2016 do município, justificando que o documento “é o espelho da gestão política do executivo socialista na qual o PSD não se revê” nomeadamente na “falta de equidade” de distribuição dos recursos financeiros pelas freguesias rurais.

As Contas da Câmara Municipal e dos Serviços Municipalizados de Abrantes foram aprovadas pela maioria socialista, com 3 votos contra do PSD e 9 abstenções (1 CDS-PP, 3 PSD, 4 CDU, 1 BE).

O eleito do PSD, Diogo Valentim, diz existirem “situações que devem ser clarificadas” e a primeira prende-se com “a dívida total das entidades participadas” pela autarquia. O social-democrata lembrou que a Câmara de Abrantes “tem o controlo da Tagusvalley com cerca de 94,92% e da A.Logos com 96,92%” querendo por isso saber “qual o seu peso na dívida do município”. De acordo com Diogo Valentim, trata-se de uma questão pertinente uma vez que em 2016 a câmara “injectou 690 mil euros” na Tagusvalley, motivo suficiente para que os membros da assembleia “acompanhem a evolução desta entidade”.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Edição Semanal
    Edição nº 1295
    20-04-2017
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1295
    20-04-2017
    Capa Vale Tejo