Política | 30-06-2017 18:48

PSD de Alcanena caiu num vazio de poder e está sem direcção há um ano

Sem candidato às autárquicas o PSD deverá apoiar um candidato independente.

A concelhia do PSD de Alcanena está inactiva há mais de um ano, após ter cessado o mandato da última comissão política, sem que ninguém tenha aparecido entretanto a querer segurar nas rédeas do partido. O presidente da assembleia de militantes cessante, João Cordeiro, a quem compete marcar eleições, confirmou a O MIRANTE ter convocado um acto eleitoral interno há cerca de um ano mas não surgiu qualquer lista.

Entretanto não foi convocada mais nenhuma assembleia eleitoral e, dado o vazio de poder em que o partido caiu nesse concelho - desde que cessou o mandato da concelhia liderada por Miguel Domingos -, a distrital do PSD assumiu o processo de preparação das eleições autárquicas.

O presidente da distrital de Santarém do PSD, Nuno Serra, confirmou a O MIRANTE que o processo de escolha de candidatos em Alcanena para as próximas autárquicas está em marcha e nas mãos da distrital, visto que não há comissão política concelhia em actividade. O dirigente diz que se tratou de um processo pacífico e que está previsto nos estatutos do partido.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo