Política | 14-08-2017 08:51

Câmara de Torres Novas propõe comparticipar custos de obras na Avenida do Bom Amor

Ao longo da via existem algumas situações de perigo evidente em locais de elevada sinistralidade.

É urgente uma intervenção na Avenida do Bom Amor, em Torres Novas, devido aos muitos acidentes que ali ocorrem e à falta de segurança em alguns troços da via, pelo que a câmara municipal já informou a empresa pública Infraestruturas de Portugal disponibilizando-se para, de imediato, protocolar a colaboração técnica necessária à intervenção, assumindo até, caso possa contribuir para uma maior celeridade do processo, parte dos custos das intervenções a realizar.


Ao longo da via existem algumas situações de perigo evidente em locais de elevada sinistralidade, resultante de conflitos de tráfego, como o cruzamento de acesso à povoação de Meia Via, a entrada na EN 349 para quem sai da cidade pela Escola Prática de Polícia e, sobretudo, o acesso atípico a duas superfícies comerciais. De salientar ainda a existência nesta artéria do CRIT - Centro de Reabilitação e Integração Torrejano, uma instituição a que acede diariamente um número significativo de utilizadores e de viaturas.


A Infraestruturas de Portugal, a quem cabe a responsabilidade de gerir a rede rodoviária nacional, tem colocado sinalização vertical/horizontal e limitadora de velocidade, mas sem resultados notórios no que toca aos acidentes.
A Câmara de Torres Novas diz saber que a Infraestruturas de Portugal está a trabalhar num estudo que poderá incluir a construção de rotundas e/ou semaforização. Contudo, o passar do tempo sem a efectivação das intervenções potenciará a ocorrência de mais acidentes, afirmam os responsáveis do município torrejano.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo