Política | 01-10-2017 15:27

Cancro afastou-as e eleições juntou-as

Cancro afastou-as e eleições juntou-as
AUTÁRQUICAS 2017

A tomarense de 47 anos confessa que foi uma alegria ver Emília Graça.

Em pleno dia de eleições autárquicas, 1de Outubro, houve quem aproveitasse para se reencontrar. É o caso de Emília Graça que trabalhou durante 30 anos no conhecido café Capítulo junto à Caixa Geral de Depósitos, em Tomar, e Cristina Alves, frequentadora assídua do estabelecimento.

"Foi um cancro no estômago que me obrigou infelizmente a deixar o café", refere Graça a O MIRANTE. E acrescenta: "Fiz lá muitos amigos. A Cristina Alves é uma delas. Desde pequena que ela costumava ir ao café já que Morava mesmo no edifício onde se encontra o estabelecimento.

A tomarense de 47 anos confessa que foi uma alegria ver Emília Graça. "Eu sabia que a Graça estava bem apesar dos tratamentos que ela esteve sujeita mas, é sempre bom vê-la pessoalmente", admite.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo