Política | 18-10-2017 09:06

Alberto Mesquita quer fazer de Vila Franca de Xira um concelho de referência

Alberto Mesquita quer fazer de Vila Franca de Xira um concelho de referência

Instalação dos órgãos municipais realizou-se na noite de 17 de Outubro.

Fazer de Vila Franca de Xira um concelho de referência na Área Metropolitana de Lisboa é a principal ambição do presidente do município, Alberto Mesquita (PS), para o mandato 2017-2021. O anúncio foi feito no discurso da cerimónia de instalação dos novos órgãos municipais, na noite de terça-feira, 17 de Outubro, no auditório do Ateneu Vilafranquense.

Apoiar as famílias socialmente mais vulneráveis e tornar Vila Franca de Xira num concelho solidário e virado para as pessoas foram outras das ideias chave do discurso do autarca. “Queremos dar continuidade ao caminho que temos seguido e à estratégia que, no nosso entender, melhor serve as populações. O nosso concelho não pode voltar atrás. Espero contar com todos para, juntos, construirmos um concelho moderno e de igualdade de oportunidades para todos”, frisou. Continuar uma gestão de rigor, valorizar o movimento associativo e os trabalhadores municipais, captar empresas geradoras de emprego qualificado e melhorar a mobilidade foram outras das ambições traçadas pelo autarca.

Na cerimónia foi dada posse aos 33 eleitos e aos seis membros inerentes (presidentes de junta) para a assembleia municipal. Recorde-se que dos 33 eleitos 13 são do PS, 11 da CDU, 5 da Coligação Mais (liderada pelo PSD), 3 do Bloco de Esquerda e um do PAN.

Tomaram depois posse os vereadores para a câmara municipal e Fernando Paulo Ferreira (PS) foi eleito para a presidência da assembleia, tendo como secretários Isabel Santos e Elisabete Alves. Uma lista alternativa, apresentada pela bancada da CDU, não reuniu votos suficientes (14 contra 21, com 3 brancos).

A cerimónia ficou marcada pelas críticas da CDU ao executivo PS no que toca a acordos de governabilidade – já estabelecidos com a Coligação Mais - e por uma despedida emocionada e ovacionada de pé ao presidente cessante da assembleia, João Quítalo. A tomada de posse decorreu já em pleno fecho desta edição de O MIRANTE pelo que estes temas serão desenvolvidos na próxima edição semanal.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo