Política | 27-10-2017 14:34

Cartazes polémicos voltaram às ruas do concelho de VFX

Cartazes polémicos voltaram às ruas do concelho de VFX

Município continua a defender que nada têm de eleitoralista.

Os cartazes com informação de projectos aprovados e candidatados a fundos comunitários que a Comissão Nacional de Eleições (CNE) exigiu que a Câmara de Vila Franca de Xira removesse antes das autárquicas estão de volta às ruas do concelho.

Alberto Mesquita (PS) já tinha prometido que, se fosse novamente eleito presidente, voltaria a colocar os cartazes na rua por entender que os munícipes “têm o direito de ser informados” sobre os projectos que vão ser criados nas diferentes zonas do concelho e por entender ser “uma obrigação da câmara” informar publicamente quais os projectos candidatados e apoiados por fundos comunitários. O autarca continua a considerar que a CNE errou e condena a sua “actuação mediante queixa”.

“Fizemos o que a CNE exigiu apesar de não concordarmos e de outros concelhos vizinhos poderem ter tudo e mais alguma coisa nas ruas. O que se passa é redutor, não é equitativo, sério e justo. Não é só quando alguém se queixa que se deve actuar”, voltou a criticar, na última reunião pública de câmara. Por não ter removido os cartazes em 48 horas o autarca incorreu num crime de desobediência e o caso está a correr termos no Ministério Público, onde Mesquita diz estar “sereno” e onde “responderá a tudo”.

* Notícia desenvolvida na edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo