Política | 27-10-2017 22:54

Vereadores de Azambuja já têm pelouros atribuídos

Vereadores de Azambuja já têm pelouros atribuídos

Vereadores da oposição ficaram sem pelouros depois de todos serem distribuídos pelo executivo PS.

Com o PS a governar com maioria absoluta na câmara municipal de Azambuja, o presidente Luís de Sousa não precisou de atribuir pelouros aos vereadores da oposição PSD e CDU. Na hora de distribuir as áreas de intervenção, que foram anunciadas esta sexta-feira, 27 de outubro, o presidente ficou com os pelouros do Urbanismo e Ordenamento do Território, Fiscalização e Contraordenações, Finanças, Organização e Modernização Administrativa, Relações Externas, Protecção Civil Municipal, Projectos e Empreitadas e Juntas de Freguesia.

Quanto aos restantes vereadores, Sílvia Vítor ficou com os pelouros da Educação, Intervenção Social (incluindo Habitação Social), Saúde, Emprego, Juventude e Ocupação dos Tempos Livres, Desporto e Recursos Humanos; ao vereador Silvino Lúcio caberão os pelouros da Água e Saneamento, Resíduos Sólidos e Reciclagem, Ambiente, Parques e Jardins, Iluminação Pública, Mercados e Feiras, Cemitérios, Controlo da População Animal e Profilaxia, Obras por Administração Directa, Transportes e Oficinas; Sinalização e Trânsito e Segurança. O terceiro vereador em regime de tempo inteiro, António José de Matos, ficará responsável pela Cultura, Património Cultural, Turismo, Colectividades, Fundos Comunitários e Desenvolvimento Económico, Património, Poluição Sonora e Atmosférica, Reabilitação Urbana, Promoção e Desenvolvimento.

O novo executivo entrou em funções na passada terça-feira, 17 de Setembro, mas ainda não foi decidido quem será o vice-presidente.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo