Política | 21-12-2017 00:21

Câmara da Barquinha quer comboio Raiano a parar na vila

Câmara da Barquinha quer comboio Raiano a parar na vila

A CP - Comboios de Portugal invoca a "eficiência de recursos operacionais”.

O presidente da Câmara de Vila Nova da Barquinha disse não aceitar a argumentação da CP - Comboios de Portugal para que o comboio Raiano não pare na estação da vila, considerando a situação "discriminatória e parcial”.

A transportadora invoca a "eficiência de recursos operacionais” e a oferta já programada e articulada com a Renfe (companhia ferroviária espanhola), em resposta às pretensões do executivo de Vila Nova da Barquinha.

No dia 15 de Dezembro, a Assembleia Municipal aprovou por unanimidade uma moção de protesto.

Em causa está a não paragem dos comboios regionais de passageiros 5501 e 5500 na estação de Barquinha, comboio que desde Agosto último faz a ligação entre Entroncamento e Badajoz, e que "deveria servir as freguesias de Atalaia e Vila Nova da Barquinha, num total de cerca de 6.000 habitantes", segundo o autarca.

Na moção, o PS "propõe que a direcção executiva da CP revogue a sua decisão e que exista uma paragem mínima de 30 segundos na estação de Vila Nova da Barquinha nos dois sentidos”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo