Política | 22-12-2017 08:43

Constância aprovou orçamento de 7,8 milhões de euros

Constância aprovou orçamento de 7,8 milhões de euros

O Orçamento que foi viabilizado com os votos favoráveis dos três eleitos do PS.

A Câmara Municipal de Constância aprovou um orçamento de 7,8 milhões de euros para 2018, "um documento realista, que tenta responder aos anseios da população", segundo o presidente do executivo, Sérgio Oliveira(PS).

O Orçamento que foi viabilizado com os votos favoráveis dos três eleitos do PS, e os votos contra das vereadoras da CDU, que justificaram o sentido de voto com o facto de não verem espelhadas no orçamento quaisquer medidas, ou propostas inovadoras.

A vereadora Júlia Amorim(CDU) sublinhou que só está inscrita no orçamento "apenas uma actividade inovadora, o Festival dos Rios, e esperava mais deste executivo", disse.

Na reunião descentralizada, na casa do povo de Montalvo, no dia 21 de Dezembro, o presidente da câmara, Sérgio Oliveira(PS), lembrou que só assumiu o executivo há dois meses, e destacou o grande esforço dos técnicos da câmara na elaboração do documento.

O autarca referiu grandes projectos estruturantes a executar, fruto da concertação entre as juntas de freguesia e a câmara, com destaque para a conclusão do Centro Escolar de Montalvo, obras de requalificação do Cine Teatro de Constância, ampliação da ETAR de Montalvo, e construção de uma ETAR em Pereira.

Sérgio Oliveira disse ainda que já foi iniciado o processo de legalização do cemitério de Montalvo, abrindo caminho à ampliação do mesmo.

A vereadora Júlia Amorim disse que "esperava que este orçamento apresentasse novas ideias e opções para revitalizar o concelho".

O presidente do executivo destacou que vai ser criado o conselho municipal de turismo, e o regulamento de apoio ao investidor, para que todos os parceiros possam contribuir com propostas válidas que dinamizem o concelho de Constância e ajudem a fixar população.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1346
    11-04-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1346
    11-04-2018
    Capa Médio Tejo