Política | 27-12-2017 16:00

Escola de Casal da Charneca cedida à Junta de Almoster

Protocolo tem um prazo de 10 anos e é renovável por iguais períodos.

A Câmara de Santarém vai ceder à Junta de Freguesia de Almoster a antiga escola primária de Casal da Charneca, desactivada desde o ano lectivo 2015/2016. A proposta de protocolo foi aprovada na última reunião do executivo municipal de 2017 pela maioria PSD, tendo os quatro vereadores do PS votado contra.

A proposta partiu do presidente da Junta de Almoster, João Neves (PSD), que deverá depois orientar a cedência e utilização do espaço a outras entidades da zona, à semelhança do que aconteceu com as antigas escolas de Albergaria, Atalaia e Ponte do Celeiro, nessa freguesia.

O vereador Rui Barreiro (PS) considerou “excessiva a pressa” em disponibilizar “de imediato” uma escola que tem condições para funcionar caso haja algum problema com a escola de Almoster, a única actualmente em actividade nessa freguesia e que foi alvo de obras.

Na resposta, o presidente da câmara, Ricardo Gonçalves (PSD), recordou a Barreiro que a escola de Albergaria está fechada há já algum tempo e acrescentou que o procedimento habitual é protocolar a cedência das escolas desactivadas com as juntas de freguesia e depois estas orientarem a sua utilização. “E também queremos evitar que a degradação avance devido ao espaço estar devoluto”, concluiu.

O protocolo tem um prazo de 10 anos e é renovável por iguais períodos. A junta de freguesia compromete-se a assegurar a manutenção do espaço bem como a suportar as despesas com água e electricidade.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo