Política | 19-03-2018 13:53

Quartel da GNR de Alpiarça vai ser construído de raiz

Quartel da GNR de Alpiarça vai ser construído de raiz
Foto O MIRANTE

Recuperação do edifício onde está instalada a Guarda foi posta de parte para esse fim.

O novo quartel da GNR de Alpiarça vai ser construído de raiz, num terreno cedido pelo município junto à Escola José Relvas. Só não se sabe é quando, pois nem a secretária de Estado adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, que visitou as instalações na tarde de terça-feira, 13 de Março, se quis comprometer com uma data.

Descartada ficou já a recuperação do edifício onde está instalado há muitos anos o posto da GNR de Alpiarça para continuar a servir a Guarda. O edifício será recuperado pela autarquia para a instalação de salas para as colectividades ou então para um ninho de empresas, referiu o presidente da Câmara de Alpiarça, Mário Pereira (CDU), a O MIRANTE.

O terreno para o novo quartel já está reservado para o efeito desde 1996 e tem projecto geológico, referiu o presidente do município durante a visita da secretária de Estado. "Agora há um conjunto de procedimentos e burocracias a desenvolver, o que vai demorar alguns meses até haver fumo branco para esta intervenção", explicou Mário Pereira.

A decisão para esta solução passa por várias questões ligadas à própria segurança dos militares, como a necessidade de serem feitas camaratas para o sexo feminino, a necessidade de instalar uma sala de apoio à vítima que obedece a uma série de normas, entre outras questões.

A necessidade da construção de um novo posto para a GNR em Alpiarça já é falada há anos e até ao momento nada foi feito. A última promessa foi feita em 2014 pelo ministro da Administração Interna do Governo PSD/CDS, Miguel Macedo, que disse na altura que "das instalações degradadas das forças de segurança no distrito de Santarém o posto da GNR de Alpiarça era o que estava em melhor posição de ter obras em breve”. E acrescentava que, se o Ministério da Administração Interna tivesse dinheiro, no final do primeiro semestre de 2014 obras poderiam avançar.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo