Política | 27-06-2018 14:07

Obras na escola do Vale de Santarém vão para o terceiro concurso

A empreitada já esteve adjudicada e contratada, mas a empresa que venceu o primeiro concurso acabou por desistir numa fase em que já não era possível entregar a obra à firma segunda classificada.

A Câmara de Santarém aumentou em cerca de 40 mil euros o valor base do concurso público com vista à ampliação e requalificação da escola primária e jardim de infância do Vale de Santarém, para ver se consegue atrair empresas interessadas em ficar com a empreitada. O valor base é agora de 260 mil euros mais IVA para um prazo de execução de 180 dias. Numa das últimas reuniões do executivo foi aprovada a repartição dos encargos pelos anos de 2018 (86.666 mil euros) e de 2019 (173.333 euros).

Recorde-se que a empreitada na escola do Vale de Santarém já esteve adjudicada e contratada, mas a empresa que venceu o primeiro concurso acabou por desistir numa fase em que já não era possível entregar a obra à firma segunda classificada. A celebração do contrato datava de 6 de Junho de 2017 e o preço contratual era de 198.993 euros. A desistência da empresa Tytec, de Odivelas, obrigou a autarquia a voltar com o processo à estaca zero e a lançar novo concurso em Dezembro de 2017, que não teve propostas.

“Quando foi lançado o último concurso, que ficou deserto, pensávamos que a obra ficaria concluída em 2018”, disse o presidente da câmara, Ricardo Gonçalves (PSD), para justificar a repartição de encargos por dois anos. A proposta tem ainda de ser aprovada em assembleia municipal e só depois é que pode ser lançado novo concurso público.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo