Política | 30-08-2018 18:02

Reabilitação do prédio Alvarenga e exterior do Parque Almonda vai avançar

No espaço será instalado o Centro de Interpretação de Arqueologia e História da Cidade.

Os projectos de execução da reabilitação do Prédio Alvarenga e áreas exteriores do Parque Almonda, incluídos no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), foram aprovados na reunião do executivo torrejano a 28 de Agosto. As obras orçadas em cerca de 816 mil euros, têm comparticipação de 85% do valor.

O Prédio Alvarenga, doado pela família Alvarenga para uso da Câmara de Torres Novas, albergará o Centro de Interpretação de Arqueologia e História da Cidade. De acordo com o projecto mantém-se parte da fachada e reabilitar-se-á o interior em linhas contemporâneas. Além das salas multiusos interiores está também prevista a construção de um anfiteatro exterior. Segundo comunicado da autarquia “pretende-se tornar o conjunto flexível a vários usos ora mais culturais, ora mais científicos, ora mais direccionado para a divulgação e educação, ora mais para o estudo e investigação”.

O engenheiro Blazer Rodrigues, da unidade de Gestão de Projectos da Câmara de Torres Novas, explicou na reunião camarária o arranjo urbanístico e paisagístico previsto para o Parque Almonda. As obras decorrerão no Moinho dos Duques, arruamentos, ponte dos Duques, Tarambola e ponte da Levada, e visam a criação de um parque urbano e um espaço de lazer e recreio, integrado na malha da cidade, que estabeleça uma relação visual e de usufruto com o rio Almonda.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo