Política | 05-11-2018 12:24

Última FRIMOR gera discussão na Câmara de Rio Maior

Última FRIMOR gera discussão na Câmara de Rio Maior

Vereador socialista diz que a edição deste ano foi a pior de sempre e a maioria PSD/CDS acusa o PS de ter deixado a Feira Nacional da Cebola moribunda quando perdeu a câmara em 2009.

A remodelação do figurino ocorrida este ano na Feira Nacional da Cebola – FRIMOR, que decorreu no início de Setembro em Rio Maior, tinha sido elogiada pela maioria PSD/CDS que governa o município mas o regozijo não é consensual, pois o vereador do PS, Daniel Pinto, considerou na última reunião do executivo camarário que esta foi “a pior feira de sempre”.

Crítico das mudanças impostas, que tiveram como principal responsável o vice-presidente da câmara, Filipe Santana Dias (PSD), o vereador socialista não foi meigo na avaliação, dizendo que ano após ano a feira tem vindo a morrer e que está “desacreditada e muito longe daquilo que já foi”. Criticou ainda o facto de não haver referências à feita “em lado nenhum”, a não ser junto ao pavilhão multiusos onde se realiza o certame.

“Não é politiquice barata, mas fiquei muito triste com esta feira”, disse ainda Daniel Pinto, que pediu também à maioria que gere o município para repensar a data de realização da FRIMOR, que ocorre habitualmente no início de Setembro e com calendarização prevista para 2019 entre 5 e 9 de Setembro.


A intervenção do vereador socialista caiu mal entre a maioria. O vereador Lopes Candoso (PSD) acusou Daniel Pinto de falar sem saber. “Quando se diz uma mentira muitas vezes pode parecer que é verdade”, afirmou, acrescentando que “quem matou a feira foi o PS” ao construir um pavilhão sem deixar condições na zona envolvente para a realização, em condições, desse tipo de evento.

E recordou que, em 2009, quando a actual maioria passou a gerir o município, o primeiro andar do pavilhão multiusos não tinha ocupação durante a feira, não havia carrosséis nem feira de produtos agro-alimentares, entre outras actividades. “Quem revitalizou a feira em 2009 fomos nós, com aquilo que o PS nos deixou”, acusou Lopes Candoso, que durante muitos anos esteve à frente da FRIMOR.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo