Política | 07-11-2018

Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior

1 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
2 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
3 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
4 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
5 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
6 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
7 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
8 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
9 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
10 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
11 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
12 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
13 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
14 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
15 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
16 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
17 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
18 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
19 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior
20 / 20
Recados para a oposição no feriado municipal de Rio Maior

Presidente da câmara pediu convergência de esforços e criticou quem coloca os interesses pessoais e partidários acima dos do concelho

Na sessão solene comemorativa dos 182 anos de elevação de Rio Maior a concelho, realizada a 6 de Novembro, a presidente desse município, Isaura Morais (PSD), deixou fortes críticas à classe política e, particularmente, à oposição “que coloca os seus interesses pessoais e partidários acima do seu concelho”.

Isaura Morais afirmou que a responsabilidade da governação é uma missão “difícil e solitária”, já que, muitas vezes os autarcas com funções executivas têm assumir decisões que não gostam de tomar em nome do futuro do concelho. Além disso, reforçou, têm de lidar com o descontentamento da população, que muitas vezes é alimentado pela oposição.

A autarca defende que é necessário haver honestidade política e convergência de ideias, mantendo as divergências partidárias de parte. “Quando conseguirmos trilhar isso com consciência, envergando a camisola partidária apenas para o combate eleitoral e a camisola do país, do concelho ou da freguesia no restante tempo, tenho a certeza que os nossos concidadãos terão outra imagem de quem exerce funções políticas”, afirma.

Durante a sua intervenção, e porque se celebrava o 182º aniversário da elevação de Rio Maior a concelho, a presidente do município destacou que tem feito todos os esforços para tornar o concelho atractivo, gerador de mais emprego e com uma educação de qualidade, acesso à cultura e um serviço de saúde de qualidade que satisfaça as necessidades. “O que todos queremos é conseguir fixar jovens em Rio Maior”, enfatizou.

Um dia com muitas homenagens

O programa do feriado municipal contou com a habitual homenagem a personalidades do concelho. Este ano os distinguidos, propostos pelo executivo e aprovados por unanimidade em reunião da câmara, foram: José da Silva Pulquério, a título póstumo, e Gonçalo Fialho, ambos com a Medalha de Honra da Cidade, e a empresa “Produções Fixe”, Rui Miguel Germano e António Albano de Carvalho com a Medalha de Mérito – Grau Prata.

Após a sessão solene realizou-se uma romagem para deposição de coroa de flores no Obelisco do Centenário, no monumento aos Combatentes, e homenagem a São Nuno de Santa Maria, com a participação dos Escuteiros de Rio Maior. O programa desse dia completou-se com a realização de uma missa solene pela alma dos riomaiorenses falecidos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo