Política | 10-11-2018 15:00

Actos de vandalismo em Alpiarça servem o poder e a oposição para debate político

Actos de vandalismo em Alpiarça servem o poder e a oposição para debate político

Em causa a colocação de autocolantes em mais de 400 contentores do lixo com críticas à autarquia

O presidente da Câmara de Alpiarça, Mário Pereira (CDU), acusa a oposição política de estar por detrás da colocação de autocolantes em mais de 400 contentores do concelho naquilo que diz ser uma “acção organizada, com fins políticos de oposição ao executivo municipal, de forma cobarde, porque não identificada”. Os autocolantes tinham inscrito palavras como “poluição”, “saúde pública” e “alerta” e foram colocados na noite de sexta-feira para sábado.
Mário Pereira apresentou queixa formal na Guarda Nacional Republicana (GNR) contra desconhecidos por actos de vandalismo, danificação de equipamentos municipais e conspurcação dos símbolos do município de Alpiarça. “Só pode ser um acto concertado, até porque os autocolantes foram impressos numa tipografia. Esta acção só pode ter sido efectuada por pessoas que desprezam a terra onde provavelmente vivem, bem como a sua população”, criticou Mário Pereira.
O autarca considera que esta é uma acção concertada com fins políticos pois o tema do lixo é recorrente nas reuniões de câmara. O que indignou mais Mário Pereira foi o facto de os autocolantes terem sido colocados mesmo em cima do símbolo do município.

Noticia completa na edição semanal de O MIRANTE já nas bancas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo