Política | 05-12-2018 18:00

PSD acusa Junta de Azambuja de brincar às festas em vez de zelar pela freguesia

Na última sessão da assembleia municipal, o PSD e o CDS mantiveram a posição política de votar contra os acordos de execução e contratos interadministrativos entre a câmara e a Junta de Azambuja.

Os eleitos do PSD na Assembleia Municipal de Azambuja acusam o executivo da Junta de Freguesia de Azambuja, de maioria socialista, de andar a “brincar às festas” e de ser uma autarquia de “faz-de-conta”, que tem “total incapacidade em executar as competências” que acordou com o município.

Na última sessão da assembleia municipal, o PSD e o CDS mantiveram a posição política de votar contra os acordos de execução e contratos interadministrativos entre a câmara e a Junta de Azambuja. Os deputados sociais-democratas entendem que “a câmara podia ter ido mais longe e ter garantido às freguesias mais meios técnicos, meios humanos e meios financeiros”.

Recorde-se que estes documentos já tinham sido chumbados em assembleia de freguesia por todos os partidos da oposição. A 26 de Outubro, os mesmos documentos, sem qualquer alteração foram aprovados em assembleia de freguesia com os votos favoráveis do PS, BE e CDU e os votos contra do PSD e CDS.
“Foi neste faz-de-conta que este PS da Junta de Azambuja quis convencer os membros da assembleia de freguesia que a rejeição destas propostas iria pôr em causa a higiene e limpeza urbana e o corte de vegetação em bermas e valetas”, consideram os sociais-democratas.

Notícia completa na edição de O MIRANTE já nas bancas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo