Política | 08-12-2018 15:00

PS aprova orçamento da Câmara da Chamusca para 2019

Oposição questiona a capacidade do executivo de Paulo Queimado em fazer obra.

As Grandes Opções do Plano, Orçamento e Mapa de Pessoal da Chamusca, foram aprovados na última sessão da assembleia municipal com os votos da maioria socialista. A CDU votou contra o orçamento dizendo que aquele não é o seu orçamento, referiu a bancada comunista numa declaração de voto. Já na bancada da coligação PSD/CDS/MPT três elementos votaram contra e Tiago Prestes (CDS) votou favoravelmente.

Silvina Fernandes (PSD/CDS/MPT) aproveitou para questionar o executivo camarário quanto às obras prometidas e não concluídas, remetendo para as grandes opções do ano passado que se ficaram pelas intenções. "Temos assistido a uma constante de orçamentos com grandes obras e adiamentos das mesmas. O que se passa, afinal?", avaliou a deputada, pondo em causa a capacidade política do executivo socialista ou a falta de dinheiro.

O presidente da câmara, Paulo Queimado (PS), lamentou que a oposição não dê "qualquer contributo" e respondeu que não falta nem dinheiro nem capacidade de execução. "Avançamos com os projectos quando entendemos que há condições reunidas. Não fazemos obras para não lhes dar uso e ficarem vazias. Essa não é a nossa maneira de estar", rematou o autarca.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo