Política | 02-05-2019 15:00

Autarcas do PS faltam à visita do primeiro-ministro e líder do partido à Chamusca

Autarcas do PS faltam à visita do primeiro-ministro e líder do partido à Chamusca
CHAMUSCA

Paulo Queimado não teve apoio dos seus camaradas socialistas na inauguração do centro escolar.

O primeiro-ministro António Costa foi à Chamusca inaugurar o novo centro escolar da vila, mas ao contrário do que costuma acontecer nas visitas daquele que também é o líder do PS, vários autarcas, sobretudo do próprio partido, não compareceram. O presidente da câmara, o socialista Paulo Queimado, nem conseguiu ter o apoio do presidente da distrital do PS, António Gameiro, que é a mais alta figura do PS na região. Os presidentes das comunidades intermunicipais também não apareceram. O presidente da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT), Pedro Ribeiro, que também é presidente da Câmara de Almeirim, disse a O MIRANTE que nessa manhã esteve na Assembleia da República numa sessão do Plano Nacional de Investimentos 2030 e que ficou com a ideia que a inauguração seria de tarde.

Uma das ausências mais notadas foi a do presidente da Junta de Freguesia da Carregueira, Joel Marques (PS), que é delegado distrital da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), e que não foi cumprimentar no seu concelho o líder do seu partido. Joel Marques justificou a ausência com motivos profissionais que o impediram de marcar presença. “Tenho muita coisa para fazer na minha actividade profissional e não pude estar presente, mesmo sendo presidente da ANAFRE. Claro que tive pena de não ter estado presente”, referiu a O MIRANTE.

Recorde-se que, como O MIRANTE noticiou em Março deste ano (ver edição 7 Março 2019) Joel Marques está a ser investigado pela Polícia Judiciária por negócios que envolvem a autarquia que dirige e a empresa da família, onde já foi gerente. A investigação a Joel Marques surge de uma denúncia anónima às autoridades, que alguns dizem partir de dentro do partido, numa altura em que o autarca é falado como um futuro candidato à Câmara da Chamusca.

O presidente da freguesia onde está instalado o centro escolar também faltou à cerimónia. Rui Martinho (eleito pela coligação PSD/CDS/MPT) não tem uma boa relação com Queimado, o que se agravou quando na sessão da Assembleia Municipal da Chamusca, realizada em Fevereiro, o presidente da câmara saiu da sala quando Martinho fazia uma intervenção crítica. Dos autarcas de freguesia apenas marcaram presença os presidentes de junta de Ulme e Vale de Cavalos.

Sempre que o primeiro-ministro vem à região é habitual os autarcas e camaradas de partido marcarem presença nos eventos, mas nenhum presidente das câmaras vizinhas, nem sequer do PS, quiseram estar com Paulo Queimado, que fez com o centro escolar a sua primeira grande inauguração oficial nos quase seis anos que leva à frente da Câmara da Chamusca.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1404
    23-05-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1404
    23-05-2019
    Capa Médio Tejo