Política | 02-05-2019 15:00

Golegã só não aceita competências na área da saúde

Município fica com a educação, cultura, protecção animal e segurança dos alimentos.

A Assembleia Municipal da Golegã aprovou a transferência de competências do Estado para o município nas áreas da educação, cultura, protecção animal e segurança dos alimentos, tendo rejeitado apenas as competências referentes à saúde. O município já tinha aceitado em Janeiro ficar com as áreas dos bombeiros, jogos de fortuna ou azar, estacionamento, estradas e praias. A autarquia considera que a aceitação destas competências será mais uma forma de oferecer aos cidadãos mais qualidade, proximidade e rapidez nos serviços.

“Queremos proximidade e autonomia para podermos ir ao encontro, com maior facilidade, das necessidades dos nossos cidadãos”, referiu o presidente do município, José Veiga Maltez (PS). O autarca explica que em relação à saúde ainda não estão reunidas todas as condições para se avançar, para já, com essa competência.

A Assembleia Municipal da Golegã também aprovou a passagem da promoção turística e dos projectos financiados por fundos europeus e programas de captação de investimento para a Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT).

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1404
    23-05-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1404
    23-05-2019
    Capa Médio Tejo