Saúde | 27-01-2005 12:21

Incontinência urinária com linha azul

Na data em que se assinala o Dia da Incontinência Urinária, os cerca 600 mil doentes portugueses que se estima sofrerem desta doença têm a partir de hoje uma linha azul de apoio, promovida por duas sociedades médicas.A iniciativa da Associação Portuguesa de Urologia (APU) e pela Associação Portuguesa de Neurourologia e Uroginecologia (APNU) surge como forma de dar visibilidade a uma doença que é "ainda motivo de vergonha entre aqueles que são afectados", segundo a APU.Apesar de os especialistas estimarem que mais de meio milhão de portugueses sofra de incontinência urinária, principalmente mulheres, apenas dez por cento procuram auxílio médico para tratar uma doença cuja taxa de cura pode alcançar os 90 por cento.Para contrariar este cenário, a APU e a APNU lançam hoje, pelo segundo ano consecutivo, a Linha Azul SOS Incontinência Urinária (808 201 978), que estará em funcionamento até ao final de Abril para esclarecer dúvidas e dar indicações de locais e formas de tratamento.O atendimento é realizado por enfermeiras especializadas, entre as 10:00 e as 17:00 dos dias úteis.O Dia da Incontinência Urinária vai ser ainda assinalado através de um desfile de moda com mulheres entre os 45 e os 65 anos que, "de uma forma simbólica, dão a cara pela doença", adianta a APU.Está igualmente prevista a exibição de um anúncio televisivo e a distribuição de cartazes e folhetos informativos em hospitais, centros de saúde, farmácias e consultórios, em todo o país.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo