Saúde | 16-12-2010

Ministra da Saúde inaugurou duas unidades do Hospital de Santarém

A ministra da Saúde, Ana Jorge, inaugurou quinta-feira, 16 de Dezembro, o espaço renovado da unidade de Consultas Externas e a nova Unidade de Radioterapia do Hospital Distrital de Santarém. A governante visitou as novas áreas do hospital na companhia do presidente do conselho de administração, José Josué, e de uma comitiva de convidados, entre autarcas, profissionais de saúde e os muitos utentes presentes. Após conhecer as instalações, Ana Jorge salientou que à beleza arquitectónica dos novos espaços, se juntam condições de trabalho para profissionais puderem trabalhar com melhor atendimento aos utentes. “Temos de mudar os espaços físicos mas também os nossos comportamentos. Hoje interna-se menos, criam-se mais áreas de dia, há mais consultas externas e mais cirurgia de ambulatório. Temos pessoas mais velhas e menos jovens. Quanto à nova unidade de radioterapia, resultou de uma parceria com uma unidade privada, modelo que temos vindo a incrementar mas que, bem gerido, é uma mais-valia para o Serviço Nacional de Saúde e para os utentes”, referiu Ana Jorge.A ministra da Saúde lembrou que a parceria com uma unidade privada permitiu construir mais rapidamente a unidade de radioterapia e que o hospital irá servir utentes de uma área mais alargada que a sua influência geográfica. “Temos de investir no diagnóstico precoce, salvando mais vidas e rentabilizando investimentos. Sem por em causa a escolha do que é melhor para o doente, há que garantir que custos sejam sustentáveis. Os custos na área da doença oncológica têm grande peso do ponto de vista da farmácia de hospital. Queremos continuar a faze-lo mas de forma muito rigorosa. Colocando em primeiro lugar os critérios clínicos mas apelando aos colegas médicos que façam as escolhas mais acertadas”, afirmou Ana Jorge em jeito de repto aos profissionais clínicos. Por parte do Hospital de Santarém, José Josué lembrou que havia que adaptar a realidade do hospital às necessidades da procura. “Havia um desajustamento entre a capacidade de atendimento de doentes de ambulatório e as instalações. Foi possível redimensionar a área de ambulatório e criar condições para acolhimento de centenas de doentes e dos profissionais que diariamente assistimos”, declarou o administrador do hospital a O MIRANTE. José Josué revelou que a unidade de radioterapia segue a rede do Plano Oncológico Nacional e terá utentes de proveniência mais alargada que vai mais além da fronteira do distrito. “Prevemos servir cerca de mil utentes por ano”, acrescentou.As renovadas instalações de Consultas Externas ficam na mesma zona das que já existem mas com mais espaço, mais gabinetes e condições técnicas para os profissionais e utentes. A Unidade de Radioterapia situa-se metros adiante da primeira, na zona traseira do hospital. Nos planos da administração do Hospital de Santarém está a conclusão do novo serviço de Urgências. José Josué justifica que houve algo atraso por se estar a fazer a remodelação dentro do espaço que já existia mas disse esperar que a unidade seja inaugurada no primeiro trimestre de 2011. A visita da ministra da Saúde encerrou as comemorações dos 25 anos do Hospital de Santarém.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo