Saúde | 25-11-2013 16:36

Vigília reclama mais médicos de família para Rio Maior

A Comissão de Utentes da Saúde e Serviços Públicos de Rio Maior promove esta terça-feira, 26 de Novembro, uma vigília junto ao Centro de Saúde da cidade para exigir mais médicos e enfermeiros. A acção está marcada para as 17h30.Entretanto, o executivo da Câmara Municipal de Rio Maior aprovou na sua última reunião uma posição conjunta onde manifesta a sua “total solidariedade” para com os utentes do Centro de Saúde da cidade que não têm médico de família e reafirma todo o seu empenhamento na busca de uma solução de curto prazo que resolva definitivamente o problema.Actualmente, o sistema nacional de saúde em Rio Maior funciona a duas velocidades. A Unidade de Saúde Familiar (USF) Salinas tem seis clínicos ao serviço e garante médico de família a todos os seus dez mil utentes. Já o Centro de Saúde de Rio Maior funciona com apenas três médicos, o que deixa sem médico de família cerca de sete mil cidadãos.A presidente da Câmara de Rio Maior, Isaura Morais (PSD), disse que reuniu recentemente com a directora do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) da Lezíria, onde lhe expôs essa e outras preocupações. A explicação que lhe foi dada, disse a autarca à vereação, é a de que os concursos abertos para contratação de médicos não têm interessados. O que acontece noutros pontos da região, como em Salvaterra de Magos.O vereador Augusto Figueiredo referiu que há freguesias do concelho que este ano ainda não tiveram lá um médico e, tal como Carlos Nazaré (PS), defendeu que a autarquia tomasse uma posição pública sobre o assunto dando conta do seu descontentamento. O que acabou por acontecer.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo